Professor da FGV participa do ?Meeting of Consultation of Foreign Experts?, em Beijing

Evandro foi o único brasileiro e um dos 60 especialistas estrangeiros convidados pelo governo chinês para compartilhar seus pontos de vista sobre como melhorar a relação da China com o mundo.
Institucional
12 Fevereiro 2015

O professor Evandro Menezes de Carvalho, da Escola de Direito do Rio de Janeiro da Fundação Getulio Vargas (FGV Direito Rio), que passa um período sabático na Universidade Fudan, em Xangai, participou do Meeting of Consultation of Foreign Experts, em Beijing.Evandro foi o único brasileiro e um dos 60 especialistas estrangeiros convidados pelo governo chinês para compartilhar seus pontos de vista sobre como melhorar a relação da China com o mundo. Dentre os convidados, estavam três detentores do Prêmio Nobel de Economia: Edmund Strother Phelps, Michael Spence e Robert Shiller. O tema mais frequente foi inovação, dentre outros tópicos de discussão, tais como educação, proteção do meio ambiente, urbanização e diplomacia pública. À tarde, ocorreu o encontro, que foi seguido de um jantar formal com o primeiro ministro chinês, Li Keqiang, no Greal Hall of the People. O professor Evandro Menezes de Carvalho recebeu as boas vindas do próprio primeiro ministro.Li Keqiang falou da importância desta reunião para melhorar a compreensão mútua e fazer o governo chinês ficar ciente dos problemas e desafios econômicos e sociais que a China enfrenta no presente e enfrentará no futuro. O primeiro ministro expressou, também, o desejo da China de atrair mais talentos como condição para o seu desenvolvimento e prometeu uma politica de vistos mais simplificada para estes profissionais. Na China, há mais de 530.000 especialistas estrangeiros.A Fundação Getulio Vargas possui um acordo de cooperação com a Universidade Fudan / Centro de Estudos dos BRICS, através do qual a Diretoria Internacional da FGV (Dint) está encaminhando algumas ações, como projeto de pesquisa em comércio internacional a ser realizado na Escola de Economia de São Paulo (FGV/Eesp); módulo internacional de MBA de Logística (com FGV/IDE e conveniado IBS); bolsas para alunos da FGV, para summer course em Xangai; contatos com empresas brasileiras na cidade; além de estudo comparado de infraestrutura Brasil/China desenvolvido pelo Instituto Brasileiro de Economia (FGV/Ibre) com o instituto Fudan/BRICS.