Para professor, STF deve estar aberta a ouvir as demandas da sociedade

Vilhena participou da mesa Cortes Supremas, Sociedade e Participação, com os especialistas Gabriel Sampaio e Andreza Aruska de Souza Santos. Este painel ainda contou com a participação de Eloísa Machado de Almeida, professora da FGV Direito SP
Direito
29 Outubro 2020
Para professor, STF deve estar aberta a ouvir as demandas da sociedade

Oscar Vilhena Vieira, professor de Direito Constitucional e diretor da Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV Direito SP), foi um dos palestrantes do seminário Cortes Supremas, Governança e Democracia, organizado pelo Supremo Tribunal Federal, em 22 e 23 de outubro.

Vilhena participou da mesa Cortes Supremas, Sociedade e Participação, com os especialistas Gabriel Sampaio e Andreza Aruska de Souza Santos. Este painel ainda contou com a participação de Eloísa Machado de Almeida, professora da FGV Direito SP.

O professor argumenta que, nos últimos anos, o STF se tornou uma esfera de reivindicação e proteção de direitos. “Como guardião da Constituição, é fundamental que a Suprema Corte mantenha o diálogo com as diversas instâncias da sociedade civil para que pondere suas decisões sempre no sentido de defesa dos Direitos Humanos”.

A abertura do seminário contou com a participação do presidente do STF, Luis Fux; o secretário- geral das Nações Unidas, Antônio Guterres; o professor da Universidade de Chicago Tom Ginsburg; e a professora da Universidade South Wales (Austrália)  Rosalind Dixon.

Também participaram do encontro autoridades como Felipe Santa Cruz, presidente da OAB, Humberto Jacques de Medeiros, vice-procurador da Advocacia-Geral da União, José Levi Mello, advogado-geral da União e Jair Soares Junior, subdefensor público geral da República.

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.