Representantes do CPDOC visitam a Universidade Normal de Beijing

Institucional
14 Outubro 2011

Celso Castro, diretor do CPDOC, e Elena Lazarou, Professora do Centro de Relações Internacionais do CPDOC, visitaram a Escola de Desenvolvimento Social e Políticas Públicas (SSDPP) da Universidade Normal de Beijing, na China. O encontro foi organizado pelo vice-decano do SSDPP, Hu Xiaojiang. O SSDPP foi representado por Robin Lewis, professor e diretor da Rede de Parcerias Globais do SSDPP- que também foi pesquisador associado e diretor da Escola de Assuntos Públicos e Internacionais da Universidade de Columbia - e pelo professor assistente de Ciência Política Wang Xinsong. Este encontro inicial entre a FGV e o SSDPP teve por objetivo apresentar as duas instituições e promover o intercâmbio de ideias acerca de potenciais atividades conjuntas na área de ensino e pesquisa, particularmente no campo do desenvolvimento social e internacional. A Universidade Normal de Beijing é uma das instituições de ensino líderes na China, com uma história de mais de 100 anos. Ela conta com mais de 20.000 estudantes, incluindo 2.000 estudantes internacionais de mais de 30 países. O SSDPP é uma das principais escolas de políticas públicas da China, cujo objetivo  é fornecer soluções através de pesquisas que possam ser transformadas em políticas inovadoras e originais. O SSDPP busca constantemente colaboração com o setor público e com agências internacionais e encoraja o intercâmbio acadêmico com instituições domésticas e internacionais. Atualmente conta com 30 membros, muitos dos quais receberam seus títulos de doutorado de instituições renomadas internacionalmente, como Harvard, Yale e Berkeley. Desde maio de 2011 a FGV e o SSDPP são parceiros na proposta de projeto conjunto Governance in areas of limited statehood, liderada pela Universidade Livre de Berlim, que foi submetido à Fundação Alemã de Pesquisa (DFG). O projeto unirá professores e pesquisadores da Alemanha, China, África do Sul e Brasil que se engajarão em pesquisas interdisciplinares, colaborativas e comparativas em assuntos relacionados à governança ?  tais como a governança dos regimes de mudanças climáticas e os direitos de propriedade intelectual, além do impacto de think tanks na transformação da governança.