Retrospectiva 2017: IBRE consolida sua liderança nas projeções de atividade econômica do Brasil

Entre as principais conquistas, destaca-se a primeira colocação nas projeções de crescimento do PIB interanual desde março de 2017. O IBRE está no Top 5 desde agosto de 2014, considerando a taxa de crescimento acumulada em quatro trimestres. O Instituto também ocupa o primeiro lugar no Indicador de atividade econômica do Banco Central (IBC-Br), com a liderança desde janeiro de 2017 e no Top 5 desde dezembro de 2015.
Economia
28 Dezembro 2017
Retrospectiva 2017: IBRE consolida sua liderança nas projeções de atividade econômica do Brasil

O Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV) tem consolidado sua posição de liderança nos rankings sobre projeções econômicas elaborados pela Bloomberg, com base nas projeções de várias instituições de mercado do Brasil e do exterior.

Entre as principais conquistas, destaca-se a primeira colocação nas projeções de crescimento do PIB interanual desde março de 2017. O IBRE está no Top 5 desde agosto de 2014, considerando a taxa de crescimento acumulada em quatro trimestres. O Instituto também ocupa o primeiro lugar no Indicador de atividade econômica do Banco Central (IBC-Br), com a liderança desde janeiro de 2017 e no Top 5 desde dezembro de 2015.

O IBRE também se destaca nas pesquisas Industrial Mensal (PIM-PF) e Mensal de Comércio (PMC), em que figura entre as cinco melhores instituições desde março e julho de 2016, respectivamente. Já o estudo que avalia a taxa de desemprego, medida pela PNAD Contínua, o IBRE é Top 5 desde abril de 2017. Desde o mês passado (julho de 2017), o IBRE também se destaca na projeção de crescimento do PIB interanual da China, também entre os cinco melhores.

O IBRE começou a elaborar projeções macroeconômicas para a economia brasileira em março de 2013, passando a divulgar essas projeções nas principais plataformas, como Bloomberg, AE Broadcast, Focus e Valor PRO, sempre com elevado grau de acerto.

Para conferir as projeções e índices divulgados pelo IBRE, acesse o site.