Retrospectiva 2020: Estudo inédito abordou papel de vigilância nacional em saúde oportuna e efetiva

De acordo com os pesquisadores, o exemplo positivo dos canais rápidos de notificação e visualização implementados para o surto atual, reconhecidamente fundamental para as ações oportunas, deveria ser incorporado como o padrão da vigilância epidemiológica nacional
Matemática Aplicada
22 Dezembro 2020
Retrospectiva 2020: Estudo inédito abordou papel de vigilância nacional em saúde oportuna e efetiva

O professor da Escola de Matemática Aplicada (FGV EMAp), Flávio Codeço, publicou um artigo no Caderno de Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP), vinculada à FIOCRUZ. Intitulado "Emergência do novo coronavírus (SARS-CoV-2) e o papel de uma vigilância nacional em saúde oportuna e efetiva", este foi um dos primeiros estudos publicados no país sobre o Covid-19, ainda no mês de março.

De acordo com o estudo, realizado em parceria com Raquel Martins Lana, Marcelo Ferreira da Costa Gomes, Oswaldo Gonçalves Cruz, Leonardo Soares Bastos, Daniel Antunes Maciel Villela, Cláudia Torres Codeço, do Programa de Computação Científica da Fundação Oswaldo Cruz, a potencial chegada do novo vírus coloca à prova a estrutura de vigilância existente no país.

“O Brasil, que foi protagonista na epidemia de Zika, precisa acompanhar o avanço de conhecimentos gerados no exterior e preparar-se para as pesquisas e demandas específicas que surgirão no país, incluindo diagnóstico, assistência, prevenção e promoção da saúde. Portanto, quando o alerta para o novo coronavírus foi disparado, mais uma vez pairou a grande pergunta no território brasileiro: estamos preparados?”, destaca o artigo.

A principal conclusão do estudo é que são necessárias tecnologias que possibilitem a comunicação mais eficaz de notificação de doenças no país. De acordo com os pesquisadores, o exemplo positivo dos canais rápidos de notificação e visualização implementados para o surto atual, reconhecidamente fundamental para as ações oportunas, deveria ser incorporado como o padrão da vigilância epidemiológica nacional.

O estudo completo está disponível no site.

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.