Revista Interesse Nacional traz análises de professores da DIREITO RIO

Institucional
31 Janeiro 2012

O poder judiciário e a atuação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) estão em pauta na edição deste trimestre da revista Interesse Nacional. A publicação, que está disponível para download, reúne análises de diversos juristas. Entre os colaboradores estão os professores da FGV DIREITO RIO Joaquim Falcão, Diego Werneck e Pablo Cerdeira e o atual professor visitante da FGV, Nelson Jobim, que foi ministro da Justiça e da Defesa, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do CNJ. No artigo ?O diálogo entre o CNJ e o Supremo?, os autores ? Falcão, Werneck e Cerdeira ? afirmam que a defesa de uma interpretação limitadora dos poderes do Conselho faz parte da insatisfação, de alguns setores da magistratura, com a perda de poder político. Em ?Debate revela viés corporativo?, Nelson Jobim relata o processo de criação do CNJ e destaca que ?o estado democrático de direito não contempla poder sem controle. Em nenhum outro Poder, a necessidade de controle era e é tão pronunciada quanto no Judiciário?.Desenvolvida pela FGV DIREITO RIO, a pesquisa Supremo em Números foi citada pelo presidente do STF, Cezar Peluso, ao defender a PEC dos Recursos no artigo ?Reforma e a PEC dos Recursos?. A PEC propõe a imediata execução das decisões judiciais, logo após o pronunciamento dos tribunais de segunda instância. A medida garantiria a celeridade aos processos. A revista conta ainda com os artigos ?O CNJ e a questão da Justiça?, do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes; ?Em busca da identidade?, da ex-presidente do STF e do CNJ Ellen Gracie; ?CNJ e democratização do Poder Judiciário?, da corregedora Nacional de Justiça, Eliana Calmon; ?A transparência necessária?, do presidente nacional da OAB, Ophir Cavalcanti Junior; e ?Justiça Transparente, maior credibilidade?, do ex-presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) Mozart Valadares.  A revista está disponível através do link http://interessenacional.uol.com.br/ 

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.