Seminário discute Reforma da Previdência e crescimento econômico

Debate vai reunir economistas e cientistas políticos para analisar os primeiros meses do novo Governo, focado no impacto da eventual aprovação da reforma da previdência na performance macroeconômica do país.
Economia
29 Abril 2019
Seminário discute Reforma da Previdência e crescimento econômico

A Reforma da Previdência é considerada como a principal medida para estimular o crescimento econômico no Brasil. Para discutir o assunto, a Escola de Economia de São Paulo (FGV EESP) recebe autoridades e especialistas no assunto no próximo dia 10 de maio, a partir das 9h, para o Seminário “Reforma da Previdência e Crescimento Econômico”. O evento será realizado no auditório FGV EESP (Rua Itapeva, 474. Bela Vista, São Paulo/SP).

O debate, promovido pelo Centro Macro Brasil, vai reunir economistas e cientistas políticos para analisar os primeiros meses do novo Governo, focado no impacto da eventual aprovação da reforma da previdência na performance macroeconômica do país. A abertura será realizada pelo secretário Nacional de Política Econômica, Adolfo Sachsida, que vai discorrer sobre as políticas públicas e seu impacto no crescimento econômicos. Em seguida, um debate sobre a reforma da previdência e os impactos na economia será conduzido pelo professor Marcelo Kfoury (FGV EESP).

Nesse debate, o economista Carlos Kawall (Banco Safra e FGV EESP) trará uma visão sobre o cenário econômico e os desdobramentos da aprovação da reforma, discutindo se essa é uma condição necessária ou suficiente para impulsionarmos o crescimento, além disso quais serão os próximos passos no setor fiscal. Já Rodrigo Azevedo (Ibiúna Investimentos) analisará qual será a reação dos mercados à reforma aprovada e os novos passos da política monetária, além um panorama sobre a economia internacional e uma análise do humor dos investidores estrangeiros com o Brasil. Por fim, o cientista político Carlos Melo (Insper) discorrerá sobre a dificuldade de articulação política e os riscos que isso traz para a agenda de reformas.

Para mais informações, acesse o site.