Seminário da FGV no Rio discute política de salário mínimo

A questão será tratada no encontro a partir dos pontos-de-vista do mercado de trabalho, da distribuição de renda, das finanças públicas, da inflação e da macroeconomia em sessões moderadas por jornalistas do jornal O Globo, Valor Econômico, Brasil Econômico, O Estado de São Paulo e Folha de São Paulo.  
Institucional
28 Abril 2014

O Instituto Brasileiro de Economia (FGV/IBRE) e a Escola de Economia de São Paulo (FGV/EESP) realizam, nos dias 7 e 8 de maio, o seminário ?Política de Salário Mínimo para 2015-2018: Avaliações de Impacto Econômico e Social? ? que reunirá, na sede da Fundação Getulio Vargas, especialistas sobre o tema com o objetivo de apresentar diagnósticos e propostas de política de econômica para os próximos anos.A questão do salário mínimo no país será tratada a partir dos pontos-de-vista do mercado de trabalho, da distribuição de renda, das finanças públicas, da inflação e da macroeconomia em sessões moderadas por jornalistas do jornal O Globo, Valor Econômico, Brasil Econômico, O Estado de São Paulo e Folha de São Paulo.  Pesquisadores do IBRE e professores da EESP realizam o painel de abertura e participam dos debates ao lado de representantes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Econômicos (DIEESE), do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e da LCA Soluções Estratégicas em Economia. O evento contará ainda com pesquisadores da Unicamp, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e da PUC-Rio.O seminário ?Política de Salário Mínimo para 2015-2018? é aberto ao público e acontece no dia 7 das 13h30 às 18h30, e no dia 8 das 8h às 18h30.Clique aqui para se inscrever.E acesse a programação.