Trabalho sobre administrador fiduciário na indústria de fundos conquista prêmio

O objetivo do projeto é estudar o dever de fiscalização atribuído a um dos principais prestadores de serviço da indústria de fundos de investimento: o administrador fiduciário
Direito
22 Janeiro 2020
Trabalho sobre administrador fiduciário na indústria de fundos conquista prêmio

Rafael Vieira de Andrade de Sá, aluno do Mestrado Acadêmico da Escola de Direito de São Paulo (FGV Direito SP), é um dos vencedores do 15º Prêmio ANBIMA de Mercado de Capitais na categoria Mestrado. O trabalho vencedor foi a dissertação “O administrador fiduciário como gatekeeper da indústria de fundos de investimento: origem, limites e perspectivas”, realizado por ele sob a orientação da professora Viviane Müller Prado.

O objetivo do projeto é estudar o dever de fiscalização atribuído a um dos principais prestadores de serviço da indústria de fundos de investimento: o administrador fiduciário. Embora ele seja considerado um "gatekeeper" (alguém que atua para garantir que outros prestadores de serviço dos fundos de investimento respeitem as regras aplicáveis), a regulação não é clara sobre como o administrador fiduciário pode cumprir esse papel. A pesquisa pretende justamente entender de onde surgiu esse dever, como ele pode ser exercido e quais são os principais obstáculos para o seu cumprimento diante do desenvolvimento do mercado de capitais brasileiro.

Criado em 2005, o Prêmio ANBIMA de Mercado de Capitais é desenvolvido em parceria com o Instituto de Estudos de Política Econômica Casa das Garças e reconhece alunos de mestrado e doutorado das áreas de Economia, Administração de Empresas e Direito desde 2005. Seu objetivo incentivar a produção acadêmica que aborde o desenvolvimento do mercado de capitais no Brasil.

Para mais informações, acesse o site.