TSE reconduz FGV DAPP ao Conselho Consultivo sobre Internet e Eleições
Políticas Públicas
16 Abril 2018

TSE reconduz FGV DAPP ao Conselho Consultivo sobre Internet e Eleições

A atuação de integrantes da sociedade civil na Corte tem como objetivo propor medidas para conter a disseminação de notícias falsas e o uso de robôs nas eleições de 2018.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) atualizou, por meio de portaria publicada no Diário Oficial em 21 de março, a composição do Conselho Consultivo sobre Internet e Eleições. Com isso, o diretor da Diretoria de Análise de Políticas Públicas (FGV DAPP), Marco Aurelio Ruediger, foi reconduzido ao cargo de membro-titular e representante da FGV.

O pesquisador da FGV DAPP, Amaro Grassi, também compõe o conselho como suplente. A atuação de integrantes da sociedade civil na Corte tem como objetivo propor medidas para conter a disseminação de notícias falsas e o uso de robôs nas eleições de 2018.

O conselho tem como atribuições desenvolver pesquisas e estudos sobre as regras eleitorais e a influência da Internet nas eleições, em especial o risco das fake news e o uso de robôs na disseminação das informações; opinar sobre as matérias que sejam submetidas pela Presidência do TSE; e propor ações e metas voltadas ao aperfeiçoamento das normas.