Última medição do IPC-S registra maior taxa desde maio de 2011

Institucional
16 Janeiro 2012

O IPC-S de 15 de janeiro de 2012 apresentou variação de 0,97%1, 0,04 ponto percentual (p.p.) acima da taxa registrada na última divulgação. Esta foi a maior taxa desde a segunda semana de maio de 2011, quando o índice registrou variação de 1,09%. Nesta apuração, quatro classes de despesa apresentaram aceleração em suas taxas de variação: Educação, Leitura e Recreação (1,38% para 2,37%), Transportes (0,61% para 0,72%), Despesas Diversas (0,14% para 0,20%) e Habitação (0,25% para 0,28%). As principais contribuições para o acréscimo registrado nas taxas desses grupos partiram dos itens: cursos formais (2,07% para 3,80%), tarifa de ônibus urbano (0,53% para 1,19%), alimento para animais domésticos (-0,24% para 0,76%) e tarifa de telefone fixo residencial (0,34% para 0,72%), nesta ordem. Em contrapartida, os grupos Alimentação (1,92% para 1,76%), Vestuário (0,55% para 0,28%) e Saúde e Cuidados Pessoais (0,65% para 0,56%) registraram decréscimo em suas taxas de variação. Para cada uma dessas classes de despesa, vale citar o comportamento dos itens: carnes bovinas (4,07% para 2,08%), roupas (0,68% para 0,01%) e artigos de higiene e cuidado pessoal (1,17% para 0,92%), nesta ordem. O índice foi calculado com base nos preços coletados entre os dias 16 de dezembro de 2011 e 15 de janeiro de 2012, comparados aos coletados entre 16 de novembro de 2011 e 15 de dezembro de 2011. A próxima apuração do IPC-S será divulgada no próximo dia 23.  

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.