Verão faz preços de produtos e serviços subirem acima da inflação

A pesquisa realizada pelo IBRE a pedido do jornal O Globo  revela, por exemplo, que as frutas ficaram 16,79% mais caras e os refrigerantes comprados fora de casa aumentaram 11,68%. Nas lojas, os preços dos aparelhos de ar-condicionado subiram 5,03% em relação ao verão passado e ainda podem ser reajustados, afirma o economista André Braz.
Institucional
07 Janeiro 2014

De acordo com levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Economia (FGV/IBRE) a pedido do jornal O Globo, o preço de produtos e serviços ligados ao verão ? tais como ventiladores, frutas, distribuidoras de gelo e sorveterias ? subiram 9,11% no país nos últimos 12 meses, quase o dobro da inflação média de 5,63% do Índice de Preços ao Consumidor (IPC).A pesquisa revela, por exemplo, que as frutas ficaram 16,79% mais caras e os refrigerantes comprados fora de casa aumentaram 11,68%. Nas lojas, os preços dos aparelhos de ar-condicionado subiram 5,03% em relação ao verão passado e ainda podem ser reajustados, afirma o economista do IBRE André Braz.As academias de ginástica também ficaram mais caras, com alta de 7,51%. ?Vemos um peso muito grande de serviços, com reajustes de academias e clubes acima da média da inflação, e de frutas e bebidas. As bebidas são as grandes vilãs porque são muito consumidas nesta época do ano? comenta Braz, que cita ainda a alta de 11,61% da cerveja.Clique aqui para ler a matéria completa.