Workshop discute financiamento de pesquisas da União Europeia pelo programa ERC

O ERC é um órgão da União Europeia de fomento à pesquisa estabelecido pela Comissão Europeia em 2007 com o propósito de apoiar pesquisas de excelência científica que expandem a fronteira do conhecimento
Institucional
04 Setembro 2019
Workshop discute financiamento de pesquisas da União Europeia pelo programa ERC

A FGV com o apoio da EURAXESS Brasil e do projeto European Network of Research and Innovation Centres and Hubs (ENRICH), recebeu Ylva Huber, ponto de contato nacional para o European Research Council (ERC) da Áustria, nos dias 30 de julho, em São Paulo, e 1º de agosto, no Rio de Janeiro. A convidada ofereceu workshops sobre “Como escrever chamadas competitivas para o ERC”.

Os treinamentos, gratuitos e abertos a PhDs e pesquisadores de todas as áreas do conhecimento, discutiram as opções de financiamento europeu pelo ERC, orientando a comunidade acadêmica a redigir propostas competitivas através de exercícios práticos, como discussões e análise de candidaturas aprovadas.

Os eventos contaram com a presença dos pontos de contato nacionais (NCP) brasileiros para as Ciências Sociais e Humanas do programa europeu Horizonte 2020, Goret Pereira Paulo (Rede de Pesquisa e Conhecimento Aplicado da FGV) e Matias Spektor (Escola de Relações Internacionais – FGV RI), da Representante Nacional da EURAXESS Brasil, Charlotte Grawitz, além de pesquisadores de diversas instituições de pesquisa como o IMPA, IME, Embrapa, UFRJ, UERJ, UFF, USP, Unicamp e FGV.

O ERC é um órgão da União Europeia de fomento à pesquisa estabelecido pela Comissão Europeia em 2007 com o propósito de apoiar pesquisas de excelência científica que expandem a fronteira do conhecimento. Ao contrário de outros mecanismos de apoio à pesquisa no âmbito da Comissão Europeia, o ERC se diferencia por seu viés bottom-up e por ser orientado pela própria comunidade de pesquisa, permitindo, portanto, a identificação de novas diretrizes e oportunidades de investigação focadas mais em temas de desafios globais do que em áreas do conhecimento propriamente ditas.