Como a inteligência artificial pode auxiliar a carreira e as formas de trabalho

A maioria de nós há de observar que cinco, dez anos atrás, muitas carreiras não existiam. Por isso devemos avaliar tendências e nos preparar para abraçar as mudanças sempre, todos os dias.

Ciências Sociais
03/08/2023
Beralda Lima

A inteligência artificial (IA), com sua natureza disruptiva, vem alterando significativamente o mercado de trabalho e, consequentemente, as atividades profissionais dos seres humanos, não somente porque entrega ferramentas extremamente úteis, mas porque gera possibilidade de criação de segmentos de atuação e novas carreiras.

Digite a pergunta do título deste artigo no campo apropriado no ChatGPT, por exemplo, e você receberá uma resposta útil e bem redigida. Ele elencará uma série de transformações no universo digital que podem, muito objetivamente, auxiliar os profissionais no desempenho de suas tarefas no trabalho:

1. Automação de tarefas repetitivas: A IA pode assumir tarefas repetitivas e monótonas, permitindo que os profissionais foquem em atividades mais criativas e estratégicas. Isso aumenta a eficiência e produtividade.

2. Análise de dados avançada: A IA é capaz de analisar grandes volumes de dados em tempo real e identificar padrões e insights que podem ser usados para tomar decisões mais informadas e embasadas.

3. Assistência virtual e chatbots: Através de assistentes virtuais e chatbots, os profissionais podem receber suporte em tempo real, como responder a perguntas frequentes de clientes ou colegas.

4. Personalização de experiências: A IA pode ser usada para personalizar a experiência do cliente, oferecendo recomendações e sugestões relevantes com base em preferências individuais.

5. Desenvolvimento de produtos e serviços inovadores: A IA pode ser usada para impulsionar a inovação, ajudando no desenvolvimento de produtos e serviços mais avançados e adaptados às necessidades do mercado.

6. Análise preditiva: Através da análise preditiva, a IA pode antecipar tendências e comportamentos futuros, permitindo que os profissionais se preparem e se adaptem às mudanças do mercado.

7. Aprendizado e treinamento: A IA pode oferecer programas de aprendizado e treinamento personalizados para profissionais, ajudando-os a adquirir novas habilidades e conhecimentos de forma eficiente.

8. Gerenciamento de tempo e produtividade: Ferramentas de IA podem auxiliar no gerenciamento do tempo, ajudando a priorizar tarefas, definir lembretes e otimizar a programação diária.

9. Análise de sentimento e feedback: A IA pode ser utilizada para analisar o sentimento dos clientes em relação a produtos e serviços, bem como para avaliar o feedback dos funcionários, ajudando a identificar áreas de melhoria.

10. Colaboração e comunicação aprimoradas: A IA pode facilitar a colaboração em equipes ao oferecer soluções de comunicação mais eficientes, como tradução instantânea, transcrição de reuniões e resumos de documentos extensos.” (Fonte: https://chat.openai.com/share/d35d9237-69ff-47a9-a580-1ad1b97e41d6)

A maioria de nós há de observar que cinco, dez anos atrás, muitas carreiras não existiam. Por isso, apesar de não sabermos exatamente quantas profissões ainda surgirão ao longo deste século, mas compreendendo que esse é um movimento irreversível, devemos avaliar tendências e nos preparar para abraçar as mudanças sempre, todos os dias. Um dos exemplos mais recentes ocorreu durante a pandemia da Covid-19, com a revolução da relação entre empresas e seus funcionários, por meio da implantação das modalidades remotas e híbridas de trabalho, o que só foi possível devido à existência de ferramentas tecnológicas avançadas e à capacidade do ser humano de encontrar soluções para o que, muitas vezes, parece insolúvel.

Carreira bem-sucedida e sustentável é aquela em que a pessoa tem consciência de que tudo pode mudar o tempo todo e proatividade para se manter atualizada e capacitada para as novas demandas e formas de trabalho. A IA pode ser uma ótima parceira para o aumento da eficiência e da qualidade do trabalho das pessoas. E, como toda parceria implica em benefícios e desafios, temas como segurança, ética, privacidade e humanização das relações de trabalho devem ser abordados de maneira séria e responsável por cada um individualmente e por todos, como sociedade.

As recomendações são as mesmas, tanto para quem está ingressando no mercado de trabalho pela primeira vez, quanto para quem já tem anos de experiência: profissionais que não utilizam IA são, cada vez mais, considerados operacionais e substituíveis. Profissionais que utilizam IA tendem a ser considerados estratégicos para o negócio e, portanto, mais valorizados. Ter domínio das competências técnicas exigidas para a sua área de atuação é mandatório, mas desenvolver e praticar competências comportamentais como curiosidade, criatividade, pensamento crítico, percepção e gestão das próprias emoções, empatia, comunicação e negociação é essencial para a sustentabilidade da sua carreira. O mercado sempre precisou e continuará precisando de pessoas capazes de resolver problemas e de criar soluções para os desafios enfrentados pelas empresas. Caso você se sinta ameaçado pelas façanhas da IA, lembre-se de que ela, por si só, não é inteligente. Inteligente é quem a cria, transforma e utiliza. Portanto, aceite toda a ajuda que a IA tem a oferecer e se transforme num(a) profissional com visão estratégica para gerir dados, processos, projetos e, principalmente, pessoas. Afinal, tudo é sempre sobre pessoas!

*As opiniões expressas neste artigo são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es), não refletindo necessariamente a posição institucional da FGV.

Autor(es)

  • Beralda Lima

    Idealizadora e coordenadora do Núcleo de Estágio e Desenvolvimento de Carreiras da FGV desde 2008, é Mestre em Gestão Empresarial pela FGV EBAPE, onde desenvolveu uma pesquisa sobre Percepção de Empregabilidade de jovens universitários e recém-formados. É Psicóloga pela PUC-Rio, com formação em Terapia Vivencial de abordagem Existencialista e em Psicologia Positiva. Ao longo de sua carreira, atuou na área clínica, em consultorias de Recursos Humanos e em Instituições de Ensino Superior.

Artigos relacionados

Últimos artigos

Esse site usa cookies

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação e utiliza tecnologias como cookies para armazená-las e permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações, acesse o nosso Aviso de Cookies e o nosso Aviso de Privacidade.