Com homenagem a Ernane Galvêas, FGV inaugura sua nova unidade no Rio de Janeiro

O evento de lançamento da nova unidade foi marcado pelas homenagens a Ernane Galvêas, que ao longo de sua vida construiu um legado de contribuição para o desenvolvimento socioeconômico do Brasil.
Institucional
21 Dezembro 2022
Com homenagem a Ernane Galvêas, FGV inaugura sua nova unidade no Rio de Janeiro

A Fundação Getulio Vargas inaugurou, no dia 20 de dezembro, o Edifício Ernane Galvêas. Localizada em Laranjeiras, no Rio de Janeiro, a nova unidade da FGV traz novos ares para o prédio que abrigou por décadas o Consulado Geral da Alemanha e que é considerado um ícone da arquitetura da cidade. O local é a nova casa do Instituto Brasileiro de Economia (FGV IBRE) e do Centro de Desenvolvimento da Gestão Pública e Políticas Educacionais (FGV DGPE).

O evento de lançamento da nova unidade foi marcado pelas homenagens a Ernane Galvêas, que ao longo de sua vida construiu um legado de contribuição para o desenvolvimento socioeconômico do Brasil. Falecido em junho deste ano, foi conselheiro da FGV, ministro da Fazenda (1980-1985), presidente do Banco Central (1968-1974, 1979-1980) e assessor econômico da Confederação Nacional do Comércio.

Na abertura da solenidade, o presidente da FGV, professor Carlos Ivan Simonsen Leal, exaltou o legado de Ernane Galvêas, que trabalhou até os 99 anos de idade, sempre com grandes contribuições para o desenvolvimento do Brasil. Ele também destacou a importância histórica do prédio para o Rio de Janeiro e a satisfação de a FGV poder contribuir com a conservação desse patrimônio arquitetônico.

“Esse prédio foi construído para ser a embaixada da Alemanha e por muito tempo foi o Consulado Alemão no Rio de Janeiro. Hoje, abrigará o FGV IBRE e o FGV DGPE. Um prédio icônico para o Rio de Janeiro e que agora irá ser utilizado para análises e estudos econômicos e para auxiliar no desenvolvimento da gestão pública e das políticas educacionais no Brasil”, disse o presidente.

Na sequência, os diretores do FGV IBRE, Luiz Schymura, e da FGV EPGE, Rubens Penha Cysne, da FGV EPGE, também renderam homenagens ao legado do homenageado. A última parte do evento foi dedicada a entrega do Prêmio Ministro Ernane Galvêas, cuja proposta é reconhecer e estimular a produção de trabalhos acadêmicos de excelência produzidos pelo corpo discente da FGV EPGE, premiando as contribuições que proponham métodos inovadores e pesquisas relevantes para o entendimento das questões econômicas.

Confira os vencedores:

Doutorado:
Mestrado Acadêmico:
Mestrado Profissional:
Graduação:
  • Cao Bittencourt Ferreira: “Escalas de equivalência no Brasil: o custo de vida brasileiro segundo os métodos de Engel e de Rothbarth”
  • Diogo Wolff Surd (menção honrosa): “Avaliação de impacto na adoção de sementes transgênicas sobre a produtividade do milho brasileiro”.

O edifício Ernane Galvêas fica localizado na rua Presidente Carlos de Campos, 417. Laranjeiras, Rio de Janeiro, RJ.

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação e utiliza tecnologias como cookies para armazená-las e permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações, acesse o nosso Aviso de Cookies e o nosso Aviso de Privacidade.