IBRE lança novo índice voltado para o Mercado Imobiliário Residencial

O IGMI-R ABECIP conta com um conjunto de informações sobre a evolução de preços de imóveis residenciais, considerando os laudos de imóveis financiados pelos bancos.
Institucional
12 Dezembro 2016

O Instituto Brasileiro de Economia da FGV (IBRE), em parceria com a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (ABECIP), lançou um novo indicador econômico: o Índice Geral do Mercado Imobiliário Residencial (IGMI-R ABECIP).

O índice nasceu de uma necessidade de indicadores de preços de ativos imobiliários no país. O IGMI-C (Índice Geral de Preços Imobiliários ? Comercial), lançado em 2011, preencheu a lacuna com relação à rentabilidade de imóveis comerciais. Agora, o IGMI-R ABECIP completa este conjunto com informações sobre a evolução de preços de imóveis residenciais, levando em conta os laudos de imóveis financiados pelos bancos.

Conforme estudo realizado pelo pesquisador do IBRE Paulo Picchetti, coordenador técnico do IGMI-R ABECIP, as características de valorização dos imóveis variam muito. Nos Estados Unidos, país de grande dimensão territorial e elevada mobilidade da população, o índice Case-Schiller faz o cálculo através da metodologia das transações repetidas. Outros países, que têm uma realidade diferente da americana, buscam alternativas para fazer o cálculo. O IGMI-R ABECIP usa metodologias adotadas por especialistas de mercado com a finalidade de fornecer o valor mais próximo possível da realidade para a transação do imóvel.

As informações consideradas nas avaliações são mensuráveis e verificáveis, tais como localização, área do imóvel, características da vizinhança, qualidade do material utilizado no acabamento, número de aposentos, dentre outros aspectos que são levados em conta nas transações de compra e venda.

Periodicidade mensal

Com base em laudos de avaliações fornecidos por um conjunto expressivo de agentes financiadores imobiliários, o IGMI-R ABECIP é calculado com uma amostra mensal iniciada em janeiro de 2014 e atualizada mensalmente.

A base de dados reúne informações sobre imóveis em mais de 4 mil municípios em todos os estados do Brasil, o que permite o cálculo para o total do país, e separadamente para as nove capitais com maior densidade de informações: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Fortaleza, Recife, Curitiba, Porto Alegre, Salvador e Goiânia.

Ao longo do tempo, novos municípios serão gradativamente integrados ao índice, assim como outros detalhamentos, como diferentes regiões dos principais municípios e por tipos de imóveis.

O lançamento do IGMI-R ABECIP representa o esforço conjunto da ABECIP e da FGV na consolidação e padronização de informações baseadas em laudos de avaliação utilizados nas operações de financiamento, seguindo padrões internacionais na metodologia de análise.

O índice está disponível no site

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação e utiliza tecnologias como cookies para armazená-las e permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações, acesse o nosso Aviso de Cookies e o nosso Aviso de Privacidade.