Mestrado: professor indica momento certo para ingressar nos programas acadêmicos e profissionais

Os cursos de Mestrado e Doutorado da FGV são referência de excelência no Brasil e no resto do mundo, formando profissionais diferenciados e pesquisadores de alto nível, que fazem a diferença na sociedade.
Institucional
05 Maio 2023
Mestrado: professor indica momento certo para ingressar nos programas acadêmicos e profissionais

Você já deve ter se perguntado se há um momento certo para ingressar no mestrado. Por este motivo, o FGV Notícias entrevistou o professor Thomaz Wood Junior, coordenador do doutorado profissional da Escola de Administração de São Paulo (FGV EAESP) para entender qual o contexto adequado para a entrada no modelo de curso Stricto Sensu.

Os cursos de Mestrado e Doutorado da Fundação Getulio Vargas são referência de excelência no Brasil e no resto do mundo, formando profissionais diferenciados e pesquisadores de alto nível, que fazem a diferença na sociedade.

Por isso, a entrada em um mestrado irá depender da orientação de carreira e do programa que irá escolher. Se o mestrado for acadêmico, o ingresso pode ser feito cedo, após a graduação ou, se preferir, alguns anos depois. Já para o mestrado profissional, a orientação é adquirir alguma vivência na área, inclusive em funções iniciais de liderança.

Confira abaixo a entrevista completa com o professor Thomaz Junior. Além do momento adequado para o ingresso no curso, ele ressaltou também as diferenças entre o mestrado profissional e acadêmico e deu algumas dicas sobre os passos para o ingresso.

  • Quando entrar no mestrado profissional e quando entrar em um acadêmico?

A opção por uma ou outra modalidade de pós-graduação depende da orientação de carreira. O mestrado e o doutorado acadêmicos destinam-se a formação de professores e pesquisadores. Já o mestrado e o doutorado profissionais destinam-se a formação de gestores e executivos de alto nível.

  • No caso do mestrado profissional é necessário um pouco de experiência no mercado. Você saberia dizer qual o tempo de prática “exigido” para ingressar no mestrado profissional?

Os alunos do mestrado profissional têm hoje, em média, 12 anos de experiência profissional. O curso é indicado a partir de oito anos de formação na graduação.

  • Onde e como um pesquisador pode atuar? Muitos se interessam pelo Acadêmico, pela pesquisa, mas não querem atuar na carreira docente. Quais são as oportunidades de atuação profissional de um pesquisador?

A quase totalidade dos alunos que realiza pós-graduação acadêmica (mestrado e principalmente doutorado) em administração de empresas na FGV EAESP visa seguir carreira de professor e pesquisador.

Alguns eventualmente seguem carreira em institutos de pesquisa, organizações sociais e órgãos de governo. Este movimento pode ser um pouco mais frequente em administração pública.

  • Quando é o momento certo para ingressar no mestrado?

A entrada no mestrado acadêmico pode ser feita cedo, logo após a graduação, ou alguns anos após a graduação.

Já no caso do mestrado profissional o ingresso pode ser feito após adquirir vivência profissional, inclusive em funções iniciais de liderança, quando se almeja cargos de maior amplitude. Isso pode ocorrer entre 30 e 40 anos de idade.

  • Quais os passos para chegar no mestrado?

Os passos para chegar ao mestrado acadêmico são: (1) definir um campo de interesse dentro da área de atuação; (2) definir um tema inicial / preliminar de pesquisa; (3) escolher uma instituição renomada; e (4) preparar diligentemente a candidatura.

No caso do mestrado profissional são: (1) estabelecer uma visão de médio prazo de carreira; (2) identificar conhecimentos, competências e habilidades a serem desenvolvidas para atingir esta visão; (3) escolher uma instituição renomada que ajude a realizar esta trajetória; e (4) preparar diligentemente a candidatura.

  • Quais são os benefícios que o curso de mestrado pode trazer?

Os benefícios do mestrado acadêmico são: uma formação especializada em um dos campos da linha de pesquisa; a socialização inicial na vida acadêmica; o aprendizado do método científico; e possibilidade de atuação inicial em docência e pesquisa.

No caso do mestrado profissional são: uma formação mais sofisticada na área, com a aquisição de uma visão mais complexa da vida organizacional; uma rede de relacionamentos enriquecida; ascensão profissional; e o aprendizado do método científico.

Leia também as matérias sobre a diferença entre o mestrado profissional e acadêmico e a relevância dos cursos no mercado de trabalho

Para saber mais sobre os cursos de mestrado e doutorado na FGV, acesse o site.

Esse site usa cookies

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação e utiliza tecnologias como cookies para armazená-las e permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações, acesse o nosso Aviso de Cookies e o nosso Aviso de Privacidade.