CPDOC promove lançamento da pesquisa sobre Samba e Carnaval no mundo

Segundo o pesquisador, o mundo do samba carioca desconhece o samba no mundo e não percebe a importância que tem, junto com o carnaval, como agregador de valor à marca que o Brasil projeta para o exterior e que, por isso, perde oportunidades de negócios e suas instituições não reivindicam uma política pública de intercâmbio cultural para este segmento.
Ciências Sociais
04 Abril 2017

Ao estudar a globalização do samba e defender a tese de que os agentes do mundo do samba e do carnaval da cidade do Rio de Janeiro estabelecem pouca conexão com os muitos sambistas estrangeiros espalhados pelo mundo, o pesquisador e professor Jair Martins de Miranda (UNIRIO) lançou mão dos métodos da Análise de Redes Sociais (ARS), da Cartografia, da Pesquisa-Intervenção e da Observação Participante para pesquisar, no âmbito das Humanidades Digitais, as conexões, redes sociais e comunidades virtuais no mundo do samba e do carnaval. Os resultados da tese de doutorado, desenvolvida no Programa de pós-Graduação em Ciência da Informação do convênio UFRJ/IBICT, serão apresentados na palestra "SAMBA GLOBAL: Rede Internacional de Samba e Carnaval", no próximo dia 5 de abril, às 15h, no Laboratório de Humanidades Digitais (LHuD) da Escola de Ciências Sociais da FGV (CPDOC).

Segundo o pesquisador, o mundo do samba carioca desconhece o samba no mundo e não percebe a importância que tem, junto com o carnaval, como agregador de valor à marca que o Brasil projeta para o exterior. Desta forma, entre outros fatores, perde oportunidades de negócios e suas instituições não reivindicam uma política pública de intercâmbio cultural para este segmento. Esta é uma das conclusões da tese de doutorado que o autor lança também no inédito formato de uma web-tese colaborativa.

Na web-tese, Jair Martins de Miranda deixa espaço aberto à colaboração pública. Ou seja, qualquer pessoa que visite o site poderá contribuir com opiniões sobre os temas abordados, tais como a eterna polêmica sobre o que é e qual a origem do samba, o embate entre a tradição e a inovação, além de sua apropriação e reprodução cultural mundo afora.

Jair Martins de Miranda é professor da Escola de Arquivologia da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – UNIRIO, coordenador do Laboratório de Preservação e Gestão de Acervos Digitais (LABOGAD), do Centro de Ciências Humanas e Sociais da UNIRIO, do Grupo de Pesquisa “Memorável Samba” e do Projeto Samba Global.

O evento será realizado na Casa Acervo CPDOC (Rua Jornalista Orlando Dantas, 60, Botafogo). Os interessados em participar devem se inscrever pelo site.