Encontro debate papel do negro na sociedade brasileira pós-abolição

O evento visa debater textos que analisam a vida e a trajetória de personagens negras após a abolição da escravatura e, dessa forma, apresentar uma nova perspectiva sobre a história do Brasil República.
Ciências Sociais
23 Outubro 2017
Encontro debate papel do negro na sociedade brasileira pós-abolição

O Laboratório de Estudos Étnico-Raciais (LEER) da Escola de Ciências Sociais da Fundação Getulio Vargas (FGV CPDOC) e o Grupo Cultura Negra no Atlântico (CULTNA) realizam, no dia 7 de dezembro*, às 14h, o “Encontro Biografias no Pós-Abolição”. O evento, que será realizado na sala 537 do edifício-sede da FGV, no Rio de Janeiro (Praia de Botafogo, 190. Botafogo), visa debater textos que analisam a vida e a trajetória de personagens negras após a abolição da escravatura e, dessa forma, apresentar uma nova perspectiva sobre a história do Brasil República.

O Encontro faz parte da agenda de pesquisa do CULTNA e do LEER que integram o projeto Biografias no Pós-Abolição, financiado pela CAPES. Esta edição vai reunir os professores Ynaê Lopes dos Santos (CPDOC) e Amilcar Pereira (UFRJ).

Os debates vão abordar as obras “Doença Mental, raça e sexualidade nas teorias psiquiátricas de Juliano Moreira”, e “Era só mais um Silva que a estrela não brilha? Paulo Silva e as Relações Raciais no Brasil”.

Para mais informações, acesse o site.

 

* O evento estava inicialmente agendado para o dia 26 de outubro, mas teve que ser adiado para o dia 7 de dezembro.