FGV assina acordo de cooperação com o ITA para o desenvolvimento de projetos

O objetivo é unir a expertise de uma das maiores Escolas de engenharia do Brasil e a excelência da Fundação no desenvolvimento de projetos e produtos no futuro.  
Institucional
06 Dezembro 2023
FGV assina acordo de cooperação com o ITA para o desenvolvimento de projetos

A Fundação Getulio Vargas (FGV) e o Instituto de Tecnológico de Aeronáutica (ITA) assinaram um acordo de cooperação. O objetivo é unir a expertise de uma das maiores Escolas de engenharia do Brasil e a excelência da Fundação no desenvolvimento de projetos e produtos no futuro.  

Coordenado pelo vice-diretor do Instituto Brasileiro de Economia (FGV IBRE), Vagner Ardeo, a parceria visa promover, por ambas as partes, intercâmbio institucional e cooperação no campo das ciências sociais, econômicas, matemática em tecnologia de processo e gestão de comum interesse. Isso será realizado por meio de pesquisas científicas e aplicação de conhecimento de forma integrada, no mais alto nível, na condição de instituições de ensino e centros de pesquisa. 

Vagner ressalta que é um sentimento de muita alegria fechar essa parceria, pois é ex-aluno do ITA. “A FGV pode dar uma contribuição muito grande para o aperfeiçoamento do ITA. Isso vale para todas as Escolas e Unidades da FGV, que de alguma forma terão algo a trabalhar nesse acordo”, disse ele. 

De acordo com Ardeo, o ITA está abrindo um novo campus no Nordeste e tem como objetivo ampliar a atuação em algumas áreas. A formação profissional está situada basicamente no campus de Fortaleza e no âmbito do desenvolvimento regional e das iniciativos possíveis, há a possibilidade de grande contribuição por parte da FGV, em especial pela Escola Brasileira de Administração Públicas e de Empresas (FGV EBAPE) para que esse projeto tenha sucesso.  

Além desse projeto, já existe outro em andamento chamado de Rota 20/30 que foca em questões tecnológicas e de mercado associados a indústria automotiva no Brasil, coordenado pelo professor Luiz Carlos Di Serio, da Escola de Administração de Empresas (FGV EAESP) e a professora Emília Villani, do ITA. Na conversa com o ITA eles se mostraram muito interessados na metodologia Problem Based Learning (PBL), cuja implantação foi realizada pela Escola de Economia de São Paulo (FGV EESP) e será de grande aplicabilidade no desenvolvimento do projeto.  

Outra área de interesse para as duas instituições é a Ciência de Dados. Coordenada pelo professor Hitoshi Nagano, também ex-aluno do ITA, a parceria reforça a dedicação nesta área nesse trabalho em conjunto. 

Esse site usa cookies

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação e utiliza tecnologias como cookies para armazená-las e permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações, acesse o nosso Aviso de Cookies e o nosso Aviso de Privacidade.