História do trabalho brasileira é tema da International Review of Social History 
Ciências Sociais
16 Março 2018

História do trabalho brasileira é tema da International Review of Social History 

A edição conta com nove artigos de 12 acadêmicos de universidades de todo o país e do exterior. O professor Paulo Fontes assina, além da introdução ao lado dos demais editores, o artigo “The Local and the Global: Neighborhoods, Workers and Associations in São Paulo (1945–1964)”.

A maior compilação de artigos de história social do trabalho brasileira já publicada em revista de língua inglesa. Assim pode ser descrito o número especial da International Review of Social History (IRSH) que acaba de ser publicado pela Cambrige University Press. O número, organizado por Paulo Fontes, professor da Escola de Ciências Sociais (FGV CPDOC), por Alexandre Fortes (UFFRJ) e David Mayer (IISH - International Institute of Social History) procurou apresentar e discutir o papel da historiografia do trabalho brasileira no contexto dos debates da chamada global labor history.

A edição conta com nove artigos de 12 acadêmicos de universidades de todo o país e do exterior. O professor Paulo Fontes assina, além da introdução ao lado dos demais editores, o artigo “The Local and the Global: Neighborhoods, Workers and Associations in São Paulo (1945–1964)”. O artigo analisa as conexões entre as associações de moradores organizadas em torno de bairros específicos da classe trabalhadora em São Paulo entre o final da Segunda Guerra Mundial e o golpe militar brasileiro em 1964 com as lutas sindicais. O estudo sugere que as análises com um escopo tão localizado, como as que se concentram em bairros específicos da classe trabalhadora, podem intervir em debates sobre História do Trabalho Global. 

A International Review of Social History é considerada uma das mais importantes revistas acadêmicas da área de história social em todo o mundo. Todos os artigos estão disponíveis para leitura, em inglês, no site.