Indicador aponta retração de 1,4% da atividade econômica no 1º trimestre do ano

Este resultado mostra os primeiros impactos negativos gerados pelo COVID-19 na economia brasileira. Ambas as taxas foram calculadas na série com ajuste sazonal e são comparadas com os períodos imediatamente anteriores
Economia
13 Maio 2020
Indicador aponta retração de 1,4% da atividade econômica no 1º trimestre do ano

A 2ª prévia do Indicador da Atividade Econômica (IAE) do Instituto Brasileiro de Economia (FGV IBRE) aponta retração de 1,4% da atividade econômica no 1º trimestre do ano, em comparação ao 4º trimestre de 2019. Na comparação mensal, o indicador aponta retração de 5,6% em março, em relação a fevereiro. Este resultado mostra os primeiros impactos negativos gerados pelo COVID-19 na economia brasileira. Ambas as taxas foram calculadas na série com ajuste sazonal e são comparadas com os períodos imediatamente anteriores.

Na comparação com o mesmo período do ano anterior, a economia cresceu 0,1% no 1º trimestre de 2020 e retraiu 1,4% em março.

O IAE-FGV é um indicador que antecipa a tendência da economia brasileira a partir da divulgação de três versões com base na divulgação das principais pesquisas mensais de atividade divulgadas pelo IBGE. As principais informações para a atualização do indicador são: Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF); Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) e; Pesquisa Mensal de Serviços (PMS).

O estudo completo está disponível no site.

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.