Seminário discute desafios para produção de dicionários histórico-culturais
Ciências Sociais
23 Novembro 2017

Seminário discute desafios para produção de dicionários histórico-culturais

A abertura do seminário e a mediação da primeira mesa serão realizadas pelo diretor do CPDOC, professor Celso Castro. O painel discute a origem e o desenvolvimento do Dicionário Histórico-Biográfico Brasileiro (DHBB), editado pelo Escola desde 1984 e referência em História do Brasil.

A Escola de Ciências Sociais da Fundação Getulio Vargas (CPDOC) promove o seminário “Dicionários Histórico-Biográficos: desafios metodológicos e novas tecnologias”. O evento será realizado no dia 28 de novembro, a partir das 10h, no auditório da Casa Acervo CPDOC (Rua Jornalista Orlando Dantas, 60. Botafogo) e vai discutir os desafios enfrentados por dicionários voltados para a área da História e da Cultura, com relação à difusão e à atualização constante de seus verbetes, que informam sobre eventos, personalidades, conceitos e instituições de relevância para a sociedade.

A abertura do seminário e a mediação da primeira mesa serão realizadas pelo diretor do CPDOC, professor Celso Castro. O painel discute a origem e o desenvolvimento do Dicionário Histórico-Biográfico Brasileiro (DHBB), editado pelo Escola desde 1984. Referência em História do Brasil, a publicação conta com mais de 7.000 verbetes, acessíveis de forma gratuita pela internet. Participam do debate antigos e atuais coordenadores do DHBB, Israel Beloch (Memória Brasil), Alzira Alves de Abreu (CPCOC), Fernando Lattman-Weltman (UERJ) e Regina Luz (CPDOC).

Já a segunda mesa se dedicará a discutir dificuldades e oportunidades para dicionários em língua portuguesa. Como debatedoras, participam as historiadoras Tânia Rodrigues (Itaú Cultural), que abordará a experiência da Enciclopédia Itaú Cultural, Ana Paula Pires (Universidade Nova de Lisboa), que tratará do Dicionário de História da Primeira República e do Republicanismo em Portugal, e do historiador Boris Kossoy (USP), que apresentará o caso do Dicionário histórico-fotográfico brasileiro. Vivian Fonseca, pesquisadora do CPDOC, será mediadora da mesa.

O evento se encerra com mesa voltada à discussão do impacto e do uso de tecnologias digitais para a difusão e a edição de dicionários histórico-biográficos, cujos conteúdos são de grande riqueza informacional. Participam do debate o professor Alexandre Rademaker (Escola de Matemática Aplicada da FGV – EMAp) e Rodrigo Padula (Wikimedia Brasil). A pesquisadora do CPDOC, Suemi Higuchi, fará a mediação.

Para mais informações e inscrições, acesse o site