Webinar debate cidades inteligentes e regime de desigualdades sociodigitais

Durante a palestra, Larissa Magalhães vai abordar como as cidades podem superar seus problemas históricos, gerenciado e integrando informações e serviços de forma inteligente, facilitando soluções colaborativas entre todos os atores do território, promovendo a inclusão, o desenvolvimento sustentável, angariando ganhos democráticos e gerando bem-estar social
Ciências Sociais
02 Junho 2020
Webinar debate cidades inteligentes e regime de desigualdades sociodigitais

O Laboratório de Humanidades Digitais da Escola de Ciências Sociais (FGV CPDOC) realiza, no dia 5 de junho, às 10h, o webinar "Cidades inteligentes e regime de desigualdades sociodigitais: transformando laços humanos e não humanos". O tema será abordado por Larissa Magalhães, Doutora em Ciência Política pela Unicamp, com tese sobre o governo aberto na cidade de São Paulo, e bolsista CAPES PRINT do Programa de Pós-Graduação em História, Política e Bens Culturais, no âmbito do projeto "Ciência de Dados e Ciências Sociais”.

Durante a palestra, Larissa vai abordar como as cidades podem superar seus problemas históricos, gerenciado e integrando informações e serviços de forma inteligente, facilitando soluções colaborativas entre todos os atores do território, promovendo a inclusão, o desenvolvimento sustentável, angariando ganhos democráticos e gerando bem-estar social. Ela também vai falar sobre como as metrópoles podem criar áreas de soberania digital, arrogando para si e para sua população novos meios e poderes para influenciar todo o processo de implementação de políticas.

A convidada também vai falar sobre as especificidades do Brasil, em que o acesso e distribuição das tecnologias não se dão de forma homogênea, ou seja, disparidades no acesso e uso das redes podem fortalecer as desigualdades intraurbanas. Ela vai apresentar como os ecossistemas de inovação atentos às vulnerabilidades dos regimes sociodigitais das cidades parecem um bom caminho.

Larissa Magalhães participou do Programa Futuros Líderes nas Américas, com foco em políticas públicas baseadas em tecnologia e dados, e foi pesquisadora visitante na Université de Montréal, além de membro da Escola Cyber Sul da Organização dos Estados Americanos sobre Governança da Internet. Atualmente, ela está pesquisando ecossistemas de governança de dados, cidades inteligentes, desigualdades socio-digitais e ciências sociais computacionais.

Para mais informações e inscrições acesse o site.