Estudo inédito da FGV DAPP e TSE avalia circulação da desinformação sobre sistemas eleitorais

Lançamento acontece no marco da cooperação da Diretoria com o Tribunal Superior para qualificar o debate sobre desinformação nas eleições
Políticas Públicas
13 Novembro 2020
Estudo inédito da FGV DAPP e TSE avalia circulação da desinformação sobre sistemas eleitorais

A Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getulio Vargas (FGV DAPP) prepara o lançamento da pesquisa Desinformação On-line e Eleições no Brasil: A circulação de links sobre desconfiança no sistema eleitoral brasileiro no Facebook e no YouTube (2014-2020), em que apresenta dados inéditos sobre a circulação de textos e vídeos nas plataformas, com desinformação que tem como alvo a Justiça Eleitoral e as Eleições de forma geral, contestando a integridade do processo.

O estudo mostra que a prática é uma constante desde 2014 até 2020, com aumento pronunciado em anos eleitorais, mas também se mantendo em anos não-eleitorais (o que indica uma estratégia de campanha permanente contra o processo eleitoral). Além disso, indica que conteúdos desinformativos tendem a gerar maior engajamento.

A pesquisa foi desenvolvida no âmbito do projeto Digitalização e Democracia no Brasil, com apoio da Embaixada da Alemanha em Brasília e o Ministério das Relações Exteriores da Alemanha, Com duração até 2022, o projeto utiliza-se da experiência em pesquisa aplicada de redes sociais e da expertise de análise de políticas públicas da FGV DAPP, construída ao longo da última década. O lançamento da pesquisa, por sua vez, se dá no marco da cooperação entre FGV DAPP e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que visa qualificar o debate sobre desinformação nas eleições.

Acesse o estudo completo no site do projeto.

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.