Impacto de nova norma para infraestrutura e distribuição de combustíveis marítimos é tema de debate

O evento visa discutir a necessidade da infraestrutura de combustíveis marítimos de se renovar e dar mais competitividade aos portos brasileiros
Energia
27 Novembro 2019
Impacto de nova norma para infraestrutura e distribuição de combustíveis marítimos é tema de debate

A Fundação Getulio Vargas realiza, no dia 3 de dezembro, a partir das 8h30, o Seminário Internacional “Energia em Transição: Infraestrutura e Distribuição de Combustíveis Marítimos no Brasil em Conformidade com a IMO 2020”. O evento, organizado pela FGV Energia e pela FGV Transportes, com assessoria técnica da Waterline Maritime Strategies, será realizado no auditório da Sede FGV (Praia de Botafogo, 190. 12º andar. Botafogo, Rio de Janeiro).

O evento visa discutir a necessidade da infraestrutura de combustíveis marítimos de se renovar e dar mais competitividade aos portos brasileiros. O tema ganha relevância no momento atual em decorrência da implementação da nova regulamentação da International Maritime Organization (IMO), com relação ao limite de 0,5% de enxofre nos combustíveis, a partir do dia 1º de janeiro de 2020. Essa regulamentação causará importante impacto sobre as emissões de gases de efeito estufa e conteúdo de óxido de nitrogênio nos combustíveis marítimos.

O seminário visa discutir a implementação da nova regulamentação da IMO 2020, abordando os seguintes pontos: refino e distribuição de combustíveis marítimos; considerações legais e P&I; mercado e preços; e compliance nos portos brasileiros. A abertura do evento contará com participação do diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Decio Oddone, da Diretora de Combustíveis e Coordenadora do Comitê do Bunker do Ministério das Minas e Energia, Marisa Barros, e do presidente da FGV, professor Carlos Ivan Simonsen Leal.

Para mais informações e inscrições, acesse o site.