INCC-M: Resultados 2023

O INCC-M é divulgado mensalmente pelo Instituto Brasileiro de Economia (FGV IBRE). Nesse espaço serão publicadas todas informações referentes às publicações desse importante indicador em 2023.
Economia
03 Fevereiro 2023
INCC-M: Resultados 2023

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-M) é um indicador econômico que capta a evolução de custos de construções residenciais. Sua coleta ocorre entre os dias 21 do mês anterior e 20 do mês de referência. Acompanhe os resultados do indicador em 2023 mês a mês:

Qual o valor do INCC-M acumulado em 12 meses?

No acumulado do ano, o INCC-M demonstra alta de 3,05%, enquanto nos últimos 12 meses a variação atinge 3,33%.

Mês de
referência
Evolução
Mensal
Acumulado
12 meses
nov/230,10%3,33%
out/230,20%3,37%
set/230,24%3,21%
ago/230,24%3,06%
jul/230,06%3,15%
jun/230,85%4,29%
mai/230,40%6,32%
abr/230,23%7,48%
mar/230,18%8,17%
fev/230,21%8,76%
jan/230,32%9,05%
dez/220,27%9,40%
nov/220,14%9,44%

Janeiro 2023 

O Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) variou 0,32% em janeiro, percentual superior ao apurado no mês anterior, quando o índice variara 0,27%. O INCC-M acumula alta de 9,05% em 12 meses. Em janeiro de 2022, o índice subira 0,64% no mês e acumulava alta de 13,70% em 12 meses. A taxa do índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços passou de 0,38% em dezembro para -0,12% em janeiro. O índice referente à Mão de Obra subiu 0,77% em janeiro, ante 0,16% em dezembro.

Confira o resultado completo. 

Fevereiro 2023 

Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) varia 0,21 % em fevereiro, percentual inferior ao apurado no mês anterior, quando o índice variara 0,32%. O INCC-M acumula alta de 0,53% no ano e de 8,76% em 12 meses. Em fevereiro de 2022, o índice subira 0,48% no mês e acumulava alta de 13,04% em 12 meses. A taxa do índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços passou de -0,12% em janeiro para 0,32% em fevereiro. O índice referente à Mão de Obra variou 0,10% em fevereiro, ante 0,77% em janeiro. 

Confira o resultado completo. 

Março 2023

O Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M)  variou 0,18% em março, percentual inferior ao apurado no mês anterior, quando o índice variara 0,21%. O INCC-M acumula alta de 0,70% no ano e de 8,17% em 12 meses. Em março de 2022, o índice subira 0,73% no mês e acumulava alta de 11,63% em 12 meses. A taxa do índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços passou de 0,32% em fevereiro para 0,09% em março. O índice referente à Mão de Obra variou 0,27% em março, ante 0,10% em fevereiro. 

Confira o resultado completo

Abril 2023

O Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) variou 0,23% em abril, percentual superior ao apurado no mês anterior, quando o índice variara 0,18%. O INCC-M acumula alta de 0,93% no ano e de 7,48% em 12 meses. Em abril de 2022, o índice havia subido 0,87% no mês e acumulava alta de 11,54% em 12 meses. A taxa do índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços passou de 0,09% em março para 0,23% em abril. O índice referente à Mão de Obra variou 0,23% em abril, ante 0,27% em março. 

Confira o resultado completo.

Maio 2023

O Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M)  variou 0,40% em maio, percentual superior ao apurado no mês anterior, quando o índice variara 0,23%. O INCC-M acumula alta de 1,34% no ano e de 6,32% em 12 meses. Em maio de 2022, o índice havia subido 1,49% no mês e acumulava alta de 11,20% em 12 meses. A taxa do índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços passou de 0,23% em abril para 0,06% em maio. O índice referente à Mão de Obra variou 0,75% em maio, ante 0,23% em abril. 

Confira o resultado completo.

Junho 2023

Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) variou 0,85% em junho, percentual superior ao apurado no mês anterior, quando o índice variara 0,40%. O INCC-M acumula alta de 2,19% no ano e de 4,29% em 12 meses. Em junho de 2022, o índice havia subido 2,81% no mês e acumulava alta de 11,75% em 12 meses. A taxa do índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços passou de 0,06% em maio para -0,09% em junho. O índice referente à Mão de Obra subiu 1,81% em junho, ante 0,75% em maio.

Confira o resultado completo.

Julho 2023

O Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) variou 0,06% em julho de 2023, percentual inferior ao apurado no mês anterior, quando o índice variara 0,85%. O INCC-M acumula alta de 2,25% no ano e de 3,15% em 12 meses. Em julho de 2022, o índice havia subido 1,16% no mês e acumulava alta de 11,66% em 12 meses. A taxa do índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços passou de -0,09% em junho para -0,16% em julho. O índice referente à Mão de Obra variou 0,38% em julho, após alta de 1,81% em junho.

Confira o resultado completo.

Agosto 2023

O Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) variou 0,24% em agosto, percentual superior ao apurado no mês anterior, quando o índice variara 0,06%. O INCC-M acumula alta de 2,50% no ano e de 3,06% em 12 meses. Em agosto de 2022, o índice havia subido 0,33% no mês e acumulava alta de 11,40% em 12 meses. A taxa do índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços passou de -0,16% em julho para -0,07% em agosto. O índice referente à Mão de Obra subiu 0,71% em agosto, ante 0,38% em julho. 

Confira o resultado completo

Setembro 2023

O Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M)  variou 0,24% em setembro, repetindo a taxa do mês anterior. O INCC-M acumula alta de 2,74% no ano e de 3,21% em 12 meses. Em setembro de 2022, o índice havia variado 0,10% no mês e acumulava alta de 10,89% em 12 meses. A taxa do índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços passou de -0,07% em agosto para 0,07% em setembro. O índice referente à Mão de Obra variou 0,48% em setembro, ante 0,71% em agosto. 

Confira o resultado completo.

Outubro 2023

O Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) registrou uma variação de 0,20% em outubro, o que representa um percentual inferior ao observado no mês anterior, quando o índice havia apresentado um aumento de 0,24%. No acumulado do ano, o INCC-M apresenta uma alta de 2,95%, enquanto nos últimos 12 meses, a variação é de 3,37%. Em comparação com outubro de 2022, quando o índice havia registrado uma variação de apenas 0,04% no mês, a situação atual representa uma mudança significativa. Nessa época do ano passado, o índice acumulava um aumento de 10,06% em 12 meses.

Confira o resultado completo.

Novembro 2023

Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) apresentou uma variação de 0,10% em novembro, marcando uma desaceleração leve frente ao aumento de 0,20% registrado no mês anterior. No acumulado do ano, o INCC-M demonstra alta de 3,05%, enquanto nos últimos 12 meses a variação atinge 3,33%. Comparado a novembro de 2022, quando o índice subiu 0,14% no mês, a situação atual mostra uma pequena mudança. Nessa mesma época do ano passado, o índice registrava um aumento de 9,44% em 12 meses.

Confira o resultado completo.

Calendário de divulgação: 

Confira também o resultado do ano anterior: 

O que é o INCC-M?  

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-M) é um indicador econômico que capta a evolução de custos de construções residenciais. Possibilita o acompanhamento da evolução dos preços de materiais e custos de mão de obra e serviços mais relevantes para a construção civil.  

Quais os locais de abrangência?  

Tem como abrangência geográfica sete capitais brasileiras: Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Recife, Salvador, Rio de Janeiro e São Paulo.  

Como é calculado o INCC?  

O INCC-M é calculado com base na conjugação de um sistema de pesos a um sistema de preços referentes a uma amostra de insumos (mercadorias, equipamentos, serviços e mão-de-obra) com representatividade na indústria da construção civil.   

Além de sua composição geral, abrangendo todos os elementos da amostra, o INCC-M desdobra-se em dois grupos, identificados como índices de:  

  • Materiais, Equipamentos e Serviços  
  • Mão de obra  

O índice nacional resulta da média aritmética ponderada das sete capitais. Sua pesquisa mensal de preços é realizada entre os dias 21 do mês anterior ao de referência e o dia 20 do mês de referência.   

Para o mercado, quais as vantagens de acompanhar o INCC?  

O INCC, como indicado acima, acompanha a variação dos preços dos materiais e da mão de obra das construções residenciais. Dessa forma, é um bom indicativo da evolução dos custos de produção para as construtoras, de custos com obras/reformas, bem como serve de informação relevante para indústrias e varejo do setor, assim como para tomada de decisões por parte dos demais agentes econômicos.

Esse site usa cookies

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação e utiliza tecnologias como cookies para armazená-las e permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações, acesse o nosso Aviso de Cookies e o nosso Aviso de Privacidade.