Trabalho apresenta metodologia inovadora e vence prêmio de Economia Bancária da Febraban
Economia
13 Março 2018

Trabalho apresenta metodologia inovadora e vence prêmio de Economia Bancária da Febraban

O artigo, intitulado “Fiscal Risk and financial fragility”, utiliza modelos de redes complexas para decompor o contágio potencial entre probabilidades de não cumprimento de obrigações entre estados brasileiros e seus reflexos sobre o sistema financeiro.

O professor Benjamin Miranda Tabak, da Escola de Políticas Públicas e Governo (FGV EPPG), em coautoria com Thiago Silva e Solange Guerra, ambos do Banco Central, ganhou o Prêmio INFI-Febraban de Economia Bancária. O artigo ficou na primeira colocação na categoria de artigos acadêmicos.

O artigo, intitulado “Fiscal Risk and financial fragility”, utiliza metodologias que ainda são pouco usuais na área de Economia, embora tenham potencial para dar contribuições relevantes para discussões na área, em particular, de economia bancária. Os autores utilizam modelos de redes complexas para decompor o contágio potencial entre probabilidades de não cumprimento de obrigações entre estados brasileiros e seus reflexos sobre o sistema financeiro.

“A premiação a este trabalho demonstra a importância de se explorar metodologias alternativas para se responder questões relevantes nas áreas de economia e finanças. Ainda, abre espaço para novas pesquisas na área”, destaca o professor Benjamin Tabak.

Criado em 2009, o Prêmio INFI-FEBRABAN de Economia Bancária tem como principal objetivo estimular o debate sobre a economia bancária brasileira, além de fomentar o levantamento de questões relevantes que giram em torno do sistema financeiro nacional. Para mais informações acesse o site.