FGV Direito Rio lança Comitê de Regulação Ferroviária

Com acadêmicos, autoridades e players do setor, órgão será um hub nacional de regulação do setor.
Regulação
04 Julho 2022
FGV Direito Rio lança Comitê de Regulação Ferroviária

A Escola de Direito do Rio de Janeiro (FGV Direito Rio) criou, em parceria com a FGV Transportes, o Comitê de Regulação Ferroviária. Idealizada dentro do projeto “Regulação em Números”, a iniciativa tem como objetivo fomentar melhorias regulatórias necessárias ao desenvolvimento desse setor estratégico para a evolução da infraestrutura do país. Por se tratar de um ambiente neutro, que funciona sob regras de governança, a Fundação viabilizará a produção e difusão de conhecimento qualificado sobre o setor ferroviário, buscando contribuir com a contínua melhora do ambiente regulado.  

Formado por 29 membros, reunindo especialistas dos setores público, privado e de órgãos de controle, com formação em diferentes áreas do conhecimento, o Comitê de Regulação Ferroviária realizou seu primeiro encontro de apresentação no dia 14 de junho. As reuniões de trabalho serão trimestrais, online, além de um encontro anual presencial na sede da FGV, no Rio de Janeiro.

O Comitê de Regulação Ferroviária funcionará como um hub nacional da regulação, com diversos objetivos, tais como: analisar e debater a regulação ferroviária brasileira e propor melhorias; produzir artigos, individuais e coletivos, cadernos técnicos, boletins, podcasts, webinars e seminários; analisar, discutir e propor políticas públicas que envolvam regulação ferroviária; e gerar temas relevantes para a produção de dissertações de mestrado e teses de doutorado no âmbito do Programa de Pós-graduação em Direito da Regulação da FGV Direito Rio. 

Marcus Quintella, diretor da FGV Transportes, é o coordenador do Comitê de Regulação Ferroviária da FGV Direito Rio, que reúne os mais variados stakeholders do setor em um ambiente neutro, voltado para a discussão qualificada da regulação setorial. O objetivo é fomentar as melhorias regulatórias necessárias ao desenvolvimento desse setor tão relevante para o desenvolvimento econômico do país e para a sociedade brasileira.

“O Comitê de Regulação Ferroviária é muito importante e foi criado no momento em que há uma tendência de expansão da malha ferroviária, principalmente devido ao novo marco legal das ferrovias. Então, a discussão de qualquer situação que envolva as atuais concessionárias e as autorizatárias é de grande relevância para um entendimento consensual e propício para a conquista de benefícios para todo o país. De uma forma isenta, apolítica, apartidária, como é uma característica da FGV, vamos propor melhorias para alavancar o setor”, pontua Quintella.

Criado em 2017, o projeto “Regulação em Números” da FGV Direito Rio visa desenvolver pesquisas sobre a atividade regulatória do país. Encontram-se em atividades, além do Comitê de Regulação Ferroviária, os comitês de Regulação dos Portos, de Infraestrutura Aeroportuária, de Seguros e Previdência e o de Petróleo e Gás.

Nesse sentido, a FGV Direito Rio assinala que um dos principais aspectos do projeto “Regulação em Números” é o engajamento de seus alunos da graduação, mestrado e doutorado nas atividades desenvolvidas pelos diferentes comitês.

Para mais informações, acesse o site.

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação e utiliza tecnologias como cookies para armazená-las e permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações, acesse o nosso Aviso de Cookies e o nosso Aviso de Privacidade.