Retrospectiva 2018: Início de ano com grandes prêmios e reconhecimentos

Pelo segundo ano consecutivo, a FGV figurou entre os top 10 think tanks mundiais, segundo o 2017 Global Go To Think Tanks Index, divulgado em 2 de fevereiro pela Universidade da Pensilvânia. Nessa edição, a FGV foi eleita o 7º melhor think tank do mundo, duas posições acima do levantamento anterior, e manteve a liderança global como o think tank mais bem administrado do mundo.
Institucional
26 Dezembro 2018
Retrospectiva 2018: Início de ano com grandes prêmios e reconhecimentos

A Fundação Getulio Vargas anualmente figura em alguns dos principais rankings educacionais, sejam eles nacionais ou internacionais. O reconhecimento pela excelência dos programas de graduação, mestrado, doutorado e educação executiva, além de conquistas individuais de professores e pesquisadores como reconhecimento por sua obra tiveram os seguintes destaques:

Pelo segundo ano consecutivo, a FGV figurou entre os top 10 think tanks mundiais, segundo o 2017 Global Go To Think Tanks Index, divulgado em 2 de fevereiro pela Universidade da Pensilvânia. Nessa edição, a FGV foi eleita o 7º melhor think tank do mundo, duas posições acima do levantamento anterior, e manteve a liderança global como o think tank mais bem administrado do mundo.

Alguns estudos também foram premiados entre janeiro e abril de 2018. O VII Prêmio IESS de Produção Científica em Saúde Suplementar escolheu a pesquisa "Processo decisório e motivação no âmbito das normas sobre o rol de procedimentos e eventos em saúde: uma análise exploratória", de Bruno Araújo Ramalho (FGV Direito Rio) como a vencedora na categoria Direito. Já o artigo “Fiscal Risk and financial fragility”, de Benjamin Miranda Tabak (FGV EPPG), Thiago Silva e Solange Guerra (BC) conquistou o Prêmio INFI-Febraban de Economia Bancária. Já a professora Eloísa Machado de Almeida (FGV Direito SP) ganhou o prêmio “Outstanding International Woman Laywer Award” por sua atuação na área dos direitos humanos, em especial por sua contribuição para a promoção dos direitos das mulheres no Brasil.

Por fim, o primeiro quadrimestre de 2018 reservou um momento especial para o professor Joaquim Falcão (FGV Direito Rio). O renomado jurista, que dirigiu a FGV Direito Rio de 2002 a 2017, foi eleito membro da Academia Brasileira de Letras (ABL) no dia 19 de abril. A cerimônia de posse ocorreu em novembro.

Amanhã abordaremos a retrospectiva de prêmios e reconhecimentos de maio a agosto.